Viajando no Espaço Tempo através da Consciência

Atualizado: Ago 31

Foi-nos mostrado como fazer uma viagem no tempo através de máquinas em determinados filmes de ficção científica, mas nós podemos utilizar um meio alternativo e ainda mais avançado para realizar as viagens através do espaço-tempo.

Um filme que demonstrou isto no cinema com beleza e ousadia foi o “Somewhere in Time” (Em Algum Lugar no Tempo), traduzido no Brasil para “Em Algum Lugar no Passado”.



Isto não nos impede de pensar que seja também possível que o corpo físico, ou seja, o invólucro que abriga momentaneamente determinada consciência, também possa fazer o salto “entre este” ou “para outros tempos”.

Mas aqui estamos refletindo e focando em algo que podemos realizar mais facilmente, um feito que não depende ou se prende em ter que se fazer também com o nosso veículo físico (o corpo biológico). Embora esta também seja uma possibilidade (Como demostrado no filme “De Volta para o Futuro”, embora neste filme se use uma máquina para realizar a viagem da consciência junto com o corpo físico).

E a consequência natural de se considerar a possibilidade da viagem temporal pela Consciência?

Podemos estar vivendo em tempos diferentes embora estejamos co-existindo aparentemente dentro do mesmo Tecido do Espaço-tempo.

“Vivendo em tempos diferentes” significa que uma Consciência pode estar funcionando dentro de faixas dimensionais diferentes dentro da Malha Espaço-Temporal. Na prática, uma pessoa pode ter uma consciência relativa aos avanços já conquistados no ano de 2126 d.C de sua cultura ocidental, e uma outra Consciência estar operando numa faixa de conhecimentos e paradigmas (formas de pensamento e sentimentos) caracteristicamente oriundos do século XVIII ou XIX (formas de pensar típicas ou predominantemente presentes nestas épocas).

Bom, quanto ao “fulano que parece ter vindo do futuro”, atente-se para o fato que ele pode não só parecer “ter vindo de lá”, como de fato ele pode ter saltado (viajado) instantaneamente “da realidade consciencial em que vive no futuro“ (por exemplo no ano 2126 d.C do nosso calendário ocidental cristão) diretamente para o “passado da consciência” de uma outra pessoa, com o intuito de auxiliar (orientar) alguém que possui ainda uma consciência impregnada de paradigmas do passado (que podem predominar em determinadas épocas).

Há então uma comunicação temporal instantânea acontecendo entre duas pessoas cujas Consciências são oriundas de épocas distintas, embora os seus corpos biológicos estejam co-existindo, compartilhando, uma mesma realidade dentro da Malha Espaço-Temporal Planetária. Assim, não é pelo fato de eu estar aqui conversando com você, compartilhando biologicamente uma mesma realidade em 2015 que signifique que minha consciência esteja neste mesmo ano e a sua também. Compreende?

Não nos deixemos enganar pela data indicada no calendário que usamos e muito menos pelas horas que indicam os nossos relógios! E muito menos nos deixemos enganar quanto ao espaço (local) em que estejam as nossas Consciências. Se nossas Consciências apresentam a propriedade da não-localidade quântica, isto significa que a minha Consciência pode estar em um local diferente (ou em vários locais diferentes) daquele em que se encontra o meu corpo biológico, e a sua consciência ao interagir ou conversar com a minha Consciência pode também estar comunicando informações e energias a partir de um espaço distinto daquele em que se encontra o seu corpo físico e o meu.

Em termos qualitativos (evolucionários) a Consciência de uma “pessoa do futuro” pode (pois nem sempre o futuro representa uma evolução com relação ao passado) realmente estar polarizada (“localizada”) numa outra faixa dimensional da própria Estrutura do Espaço-Tempo, ou seja, ela pode estar "anos-luz" na frente "de seu tempo", ou melhor, "do tempo da maioria das outras pessoas”.

Outra questão importante de se refletir é que quando se comentou do ano 2126, não precisa ser necessariamente relacionado ao planeta Terra e às suas sociedades culturais. Podemos considerar a possibilidade de uma Consciência estar polarizada (estabelecida) em dimensões extra-terrestres (sejam de outros planetas do Sistema Solar, do Sol, ou de outros Sistemas Galácticos) que possuam vida Inteligente. Pois se abrirmos a possibilidade para considerar a existência de vida Inteligente em todo o Universo, uma pessoa pode ter a sua Consciência oriunda (e funcionando a partir de) destes outros níveis Existenciais do “Além Terra”.

Partindo do princípio que uma pessoa “a frente de seu tempo” é uma Consciência e não o seu corpo material, ela - enquanto Consciência - é de fato uma pessoa do futuro. Não tenha receios em pensar que: Você pode ser alguém que veio do futuro.

Ficção científica? Bom ... se estudarmos um pouquinho de metafísica de qualidade, assim como teorias e pesquisas realizadas por algumas mentes brilhantes da Ciência, especialmente as que estão envolvidas com a Física Quântica, e nos permitirmos refletir sem preconceitos estas possibilidades, poderemos concluir o que aqui se comunica e ainda muito mais coisas! Basta darmos passagem àquilo que brota em nossa Consciência em seus níveis intuitivos e nos surpreendermos com aquilo que nós próprios podemos acessar, mas que não deixamos acontecer muitas vezes por uma série de razões.

Espero que possamos refletir sobre o assunto, pois considerar tal possibilidade e procurar buscar as próprias experiências relacionadas a este assunto (constate na prática!) nos permite a transcendência de nossas próprias prisões mentais condicionadas que nos subestimam. E como reflexo de tal processo, conseguirmos acessar novos caminhos (e soluções) na Vida (na Consciência), o que implica, é claro, reformularmos o conceito de Ser Humano (Quem nós Somos) e seus Potenciais (os nossos) em Todos os níveis.

Manter uma mente aberta e ousar pensar o que nunca antes se pensou - pelo menos não da forma como normalmente costumamos pensar - pode fazer toda a diferença quando o assunto é EXPANSÃO DA CONSCIÊNCIA e CO-CRIAÇÃO DA PRÓPRIA REALIDADE, ou seja, enxergar o mundo e a sua própria Existência de uma maneira NOVA, menos circunscrita às limitações da cultura planetária e às limitações próprias dos cinco sentidos humanos e da consciência material ordinária.

O QUE FAREMOS com esta EXPANSÂO DA CONSCIÊNCIA cabe a cada Um decidir dentro de seu relativo livre-arbítrio.

Desejamos a todos excelentes Viagens Espaço-Temporais!

CENTRAL HAVONA

Por Tiago Brandão

21-10-2015 Às 15:15.


24 visualizações

Belo Horizonte - MG

Tiago Brandão - Psicólogo Clínico

CNPJ - 38.306.597/0001-70

(c) 2020 desenvolvido por Lê Brandão

Bem vindo à

CENTRAL HAVONA

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco